Falcão e o Soldado Invernal [S01E01] | Bem-vindo ao novo mundo do UCM!


 












Falcão e o Soldado Invernal (2021), a mais nova série do Marvel Studios acaba de lançar o seu primeiro episódio no Disney + e nós do Cena Dois já conferimos o primeiro episódio. Pode ler tranquilo que não haverá spoilers no texto.


Em um mundo pós eventos do Blip, com o retorno de milhões de pessoas que desapareceram cinco anos atrás (ver Vingadores - Guerra Infinita), Sam Wilson (Anthony Mackie) e James "Bucky" Barnes (Sebastian Stan) precisam lidar tanto com as emergentes ameaças que esse admirável mundo novo segue trazendo como também precisam se reconectar com uma realidade da qual eles sentem-se deslocados e perdidos.


Nesse primeiro episódio, dirigido por Kari Skogland (ele assina os seis episódios da série) e escrito por Malcolm Spellman ,que também é o showrunner da série, já temos de cara, ação vertiginosa, num altíssimo nível, mostrando que as intenções da série são altas e ousadas , como também, o roteiro tem um cuidado especial e aprofundar as vidas de Sam e Bucky, mostrando suas origens, anseios, traumas e como ambos estão lidando com o mundo hoje.


Graças ao excelentes diálogos, esse aprofundamento é coerente e empático e fisga o espectador. também não é esquecido que o mundo pós "Blip" encontra-se caótico e cada vez mais perigoso e com claros reflexos às formas que o governo estadunidense lida com seus problemas e símbolos.


A trama deixa claro que os Estados Unidos vivem a perda de Steve Rogers e que a sombra dele ainda é muito grande sobre esses personagens, com Sam sentido o peso de suas escolha em Vingadores- Ultimato e Bucky cada vez mais deslocado e se apegando a lembranças, seja, elas boas ou más, ao mesmo tempo, ambos buscam laços perdidos como família, redenção e identidade.


É divertido encontrar os easter eggs nesse episódio. A série utiliza muito bem a cronologia estabelecida do UCM e faz os acenos certos pros fãs de longa data, tanto dos quadrinhos ,quanto dos que são oriundos dos filmes e esses brindes nunca se sobrepõem a trama.

Graças ao trabalho preciso de coreografia, fotografia, edição, som e efeitos visuais, as sequências de ação são fantásticas. A trilha sonora de Henry Jackman, que também compôs pra Capitão América - O Soldado Invernal, cria novas composições inspiradas nesse lado do UCM como também revisita alguns temas conhecidos ,como por exemplo, a música-tema do Soldado Invernal. Junto com o trabalho de design de produção que sabe bem que Sam é um personagem solar e Bucky vive nas sombras, temos contrastes bem construídos em tela.


Anthony Mackie aumenta o repertório de Sam Wilson mostrando-o como uma cara familiar e gente boa em qualquer cenário. Sebastian Stan carrega pesado no semblante deslocado que Bucky possuí. Fica claro no rosto dele como o personagem não está à vontade nesse novo mundo, mas que tenta com todas as forças se adaptar à ele.


Falcão e o Soldado Invernal já deixa claro que é a continuação direta, e principalmente, emocional de Capitão América - O Soldado Invernal e mais uma vez, o Marvel Studios acertou em criar uma obra sensacional, que dialoga com o hoje e com o seu universo.

O mundo mudou e precisamos de novos heróis. Eles acabaram de chegar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema- O Esquadrão Suicida - Maior, Melhor e Sem Limites!

O Bem, o Mal e a X-Force

HQs - HERÓIS RENASCEM (Heroes Reborn) - A ousada cartada da Marvel nos anos 1990!!!